Você e 128 pessoas próximas de foram selecionadas.

A Jornada do Automóvel: Do Invento que Mudou o Mundo aos Meios Modernos de Transporte

A Jornada do Automóvel Do Invento que Mudou o Mundo aos Meios Modernos de Transporte

Desde a sua criação no final de 1800, o veículo fez progressos significativos.

Com a progressão do conhecimento e da tecnologia, o veículo sofreu uma evolução correspondente.

Os carros modernos são notáveis pelo seu design inteligente, maior economia de energia e avanços contínuos em aparência, velocidade e capacidade.

Essas mudanças resultaram em avanços significativos no setor automobilístico ao longo dos anos. 

No artigo de hoje, apresentaremos abaixo uma visão geral concisa dos marcos mais importantes na jornada do automóvel.

1876

Quem deu o pontapé inicial na jornada do automóvel foi Nikolaus Otto, um inventor alemão do século XIX, conhecido por desenvolver o motor de combustão interna de quatro tempos, uma invenção revolucionária que transformou a indústria automobilística e impulsionou a era dos motores a explosão. 

Esse motor é baseado em quatro tempos: 

  • Admissão;
  • Compressão;
  • Explosão;
  • Exaustão.

Mas como funciona na prática esse motor?

Primeiro, na admissão, entra uma combinação de combustível e ar, depois é feito a compressão dessa combinação, após isso é realizado a explosão e, por fim a exaustão com a saída dos gases formados.

Esse “tiro certo” de Otto com essa invenção virou a base para muitos motores de combustão interna modernos, sendo considerado um dos símbolos da revolução industrial. 

1886-1889

Carl Benz, um engenheiro alemão, cria o Benz Patent-Motorwagen, que é o primeiro protótipo de três rodas movido por um motor de combustão interna. 

Na Feira Mundial de Paris de 1889, Gottlieb Daimler e Wilhelm Maybach apresentaram seu veículo de quatro rodas equipado com motor a gasolina de quatro tempos.

A título de curiosidade: Benz teve que buscar autorização do Grão-Ducado de Baden para operar seu veículo em vias públicas devido a queixas públicas sobre o ruído e odores excessivos do carro. Se pode dizer que surgiu a primeira carteira de motorista. 

1890

O Panhard & Levassor Tipo A de 1890, que desempenhou um papel crucial na produção em massa de veículos movidos a gasolina, exemplifica o impacto transformador da revolução da mobilidade.

O carro Antoinette, que percorreu uma distância de 40.000 km ao longo de 26 anos, serve como uma representação da natureza duradoura e da influência significativa dos automóveis.

A exposição deste automóvel enfatiza o seu significado histórico no desenvolvimento da sociedade e da tecnologia, influenciando a nossa mobilidade e estilo de vida.

1896

O Fossmobile de 1896, que foi o primeiro automóvel movido a gasolina do Canadá, exemplifica os avanços na indústria automotiva.

Tendo um motor monocilíndrico sob o capô dianteiro, duas marchas à frente (mas sem ré) e uma alavanca de câmbio na alavanca de direção, o Fossmobile era um veículo espantosamente inovador e funcional, e demonstrou seu valor nas encostas desafiadoras de Sherbrooke.

1908

Para começar, Henry Ford inicia a produção do Ford Modelo T, também conhecido como Tin Lizzie.

O advento deste modelo, o primeiro veículo a ser construído em grande escala, sendo pioneiro na construção em série através de uma linha de produção, torna-o acessível à população em geral e transforma fundamentalmente o setor automóvel para sempre.

Ainda existe um pequeno número de Ford Modelo T nas posses de alguns colecionadores entusiastas, conhecido como “o carro que revolucionou o transporte na América”, que ainda está operacional no momento.

1931

A introdução do dispositivo antifurto em 1931, desenvolvido por Abram Neiman, enfatiza a necessidade contínua de segurança no domínio dos veículos.

A “borboleta”, um dos primeiros protótipos dos sistemas de segurança, patenteado por Roland M. Dubois, destacando a necessidade de proteger os automóveis contra roubo.

Ao longo dos anos, os métodos antirroubo progrediram, mostrando a busca contínua por avanços que garantam a segurança dos veículos e de seus proprietários.

Esta criação inovadora exemplifica o papel do avanço técnico para proteger ativos, que é um fator vital na determinação do valor e da utilização dos automóveis na sociedade.

1934

A Nokian Tyres, uma empresa finlandesa, é pioneira no desenvolvimento de pneus de inverno especificamente concebidos para veículos comerciais. 

Depois de um período de dois anos, eles agora também são fabricados para automóveis.

Na verdade, este pneu foi adequado para utilização em todas as quatro estações.

1945-1975

A produção global de veículos experimentou um aumento significativo, aumentando de 10 milhões para 30 milhões de carros num período de 30 anos. Este período é geralmente referido como os Trinta Gloriosos.

1949

A Nash Motors, uma montadora, introduziu a opção de cinto de segurança em 1955, e a Ford fez o mesmo. 

Em 1958, a Saab, uma montadora sueca, tornou-se a primeira a incorporar cintos de segurança padrão em seus veículos.

No entanto, só em 1970 é que o governo, nomeadamente o estado de Victoria, na Austrália, estabeleceu formalmente a necessidade do uso do cinto de segurança.

1956

O ato de nacionalização do Canal de Suez resulta num aumento significativo dos custos dos combustíveis, levando a uma crise no sector automóvel.

Os fabricantes são agora obrigados a levar em conta o consumo de combustível dos seus modelos.

Os automóveis compactos como o Chevrolet Corvair e o Chrysler Valiant fizeram sua estreia na América do Norte em 1959.

1962

Duas patentes para assentos infantis são concedidas hoje.

Quando não existiam essas patentes, as crianças costumavam sentar-se em assentos elevatórios, principalmente para conveniência do motorista e não por motivos de segurança.

A Jornada do Automóvel Do Invento que Mudou o Mundo aos Meios Modernos de Transporte
A Jornada do Automóvel Do Invento que Mudou o Mundo aos Meios Modernos de Transporte

1966

O Jensen FF é o automóvel inaugural a utilizar sistema de travagem antibloqueio (ABS).

O ABS não foi utilizado na produção em massa até 1985, quando o Ford Scorpio foi lançado.

1973

A introdução dos airbags em 1974, após vinte anos de investigação e progresso, exemplifica o avanço contínuo da segurança automóvel.

O carro desempenha um papel vital na garantia da segurança dos ocupantes, e avanços como os airbags demonstram ainda mais a dedicação da indústria na redução de riscos potenciais.

Esta tecnologia exemplifica a importância contínua dos avanços para salvar vidas, representando uma era crucial na história dos automóveis, onde a segurança é dada prioridade para garantir um modo de transporte mais seguro e protegido.

1997-2000

O advento dos veículos eléctricos híbridos, liderados pelo Toyota Prius de 1997 a 2000, marca uma conquista significativa na procura de alternativas sustentáveis.

Esta invenção aborda problemas ambientais e enfatiza a importância dos automóveis na mudança para uma tecnologia mais verde, exercendo uma influência mundial na indústria automotiva e promovendo o avanço de veículos mais eficientes e ecológicos.

2000-2010

A crise do petróleo de 2000 a 2010 estimulou a produção de automóveis acessíveis, como o Dacia Logan e o Tata Nano.

Este modelo mais econômico atende às demandas de redução do consumo, o que representa uma transformação no setor automotivo. Isso melhora a acessibilidade dos automóveis para um espectro mais amplo de consumidores, beneficiando a mobilidade e a economia global.

2008

A introdução do Tesla Roadster em 2008 representou um avanço notável na mudança para automóveis eléctricos.

Sendo o primeiro carro esportivo totalmente elétrico produzido em massa, ele mostra a viabilidade e a conveniência dos automóveis elétricos.

As vendas online exclusivas da Tesla Motors revolucionam o paradigma da distribuição, exercendo influência na indústria e aumentando a disponibilidade de automóveis elétricos.

2010

A Tesla Motors garantiu um empréstimo de US$ 465 milhões do Escritório de Programas de Empréstimos do Departamento de Energia em 2010. 

O objetivo do empréstimo era financiar a construção de uma fábrica na Califórnia. A Tesla liquidou a dívida antecipadamente, nove anos antes do previsto.

Desde a sua criação, a Tesla tem recebido muitos elogios pelos seus automóveis e emergiu como o principal empregador no setor automóvel da Califórnia.

A Tesla anunciou em outubro de 2021 que atingiu um marco de vendas globais de 2 milhões de veículos elétricos (EVs), solidificando a sua posição como o principal e mais bem sucedido fabricante e distribuidor de EVs até agora.

Outros fabricantes de automóveis, incluindo o trio anteriormente dominante, estão atualmente a abraçar a revolução elétrica.

A GM introduziu o Hummer EV no final de 2021 e assumiu o compromisso de fornecer um Corvette elétrico em 2023. Em 2035, a empresa anunciou a sua intenção de fornecer exclusivamente veículos elétricos em todas as suas marcas.

As leis CARB da Califórnia determinam a presença de veículos exclusivamente elétricos nas rodovias este ano.

Aliás, a produção do Ford F-150 Lightning começou em Dearborn, Michigan, em 26 de abril de 2022.

Quais benefícios vemos hoje com os veículos elétricos?

Os carros elétricos proporcionam uma série de vantagens em comparação com os veículos tradicionais movidos a combustíveis fósseis. 

Eles reduzem as emissões de gases de efeito estufa, têm custos operacionais mais baixos, oferecem desempenho instantâneo e manutenção simplificada devido à menor quantidade de peças móveis. 

Além disso, são mais silenciosos, promovem a independência energética ao integrar fontes renováveis e são uma opção atraente para consumidores preocupados com o meio ambiente, buscando economia e desempenho moderno.

Como será o futuro da jornada do automóvel?

Possivelmente as baterias de estado sólido podem ser o próximo avanço inovador no setor automotivo.

Várias empresas estão agora a desenvolver baterias com capacidades de carregamento melhoradas, mais quilometragem por carga a velocidades mais elevadas e melhor gestão térmica em comparação com as baterias de lítio.

Estas baterias recentemente desenvolvidas também terão maior durabilidade em comparação com as versões existentes.

Na corrida da inovação dos carros, surgem também, os modelos movidos à célula de hidrogênio que estão sendo desenvolvidos por empresas como Toyota, Honda, Hyundai e BMW. 

Essa tecnologia utiliza hidrogênio como combustível para gerar eletricidade, alimentando motores elétricos e emitindo apenas vapor d’água. 

Modelos como o Toyota Mirai, o Honda Clarity Fuel Cell e o Hyundai Nexo, são pioneiros dessa nova fonte de energia. 

Além disso, vale a pena considerar o conceito de veículos aéreos. Eles foram antecipados desde os desenhos animados de Jetson da década de 1960 e aparecem em quase todos os nossos thrillers de ficção científica contemporâneos.

Ao sobrevoar a estrada, eliminar-se-ia a ocorrência de atrasos na construção de rodovias no verão (em estradas dos EUA, por causa das nevascas).

A Fiat Chrysler, juntamente com outras startups automotivas, está agora empenhada no desenvolvimento de um automóvel voador. Certos fabricantes assumiram o compromisso de entrar no mercado até 2024.

Dado o período relativamente curto de 150 anos na indústria automobilística, ainda existem vários avanços pela frente. 

No futuro, é possível que o motor de combustão interna se torne obsoleto, da mesma forma que o cavalo e a charrete não são mais usados. Os veículos são equipados com células de combustível, eliminando a necessidade de trocas de óleo e abastecimento em postos de gasolina.

É importante também reconhecer que não podemos atribuir todos os créditos a um único criador do carro. Ao longo da história, muitos visionários contribuíram para o desenvolvimento do que conhecemos hoje.

Independentemente das circunstâncias, teremos sempre um caminho desobstruído à nossa frente e estamos ansiosos por explorar o seu destino.

Mais conteúdos

Achou fascinante a história do automóvel? Toda a cronologia do carro e um certo vislumbre do que pode surgir é interessantíssima, não é? Fique por dentro de outros conteúdos relacionados, como: 

Tem alguma dúvida sobre o artigo de hoje “A Jornada do Automóvel: Do Invento que Mudou o Mundo aos Meios Modernos de Transporte”? 

O que está esperando para fazer um comentário? 

Estamos aqui para ajudar a todos, independentemente do seu nível de experiência.

Ah, se você ficou sedento por mais conhecimento após absorver o que compartilhamos hoje, prepare-se para mergulhar em um mar de descobertas! 

Conheça o nosso e-book exclusivo: MANUAL DO AUTOMÓVEL. Com este material em mãos, você ficará mais capacitado para encarar qualquer conversa com mecânicos, como resultado, você não será feito de bobo por um técnico automotivo.